sexta-feira, 31 de julho de 2009

O Começo.


Ela sente-se uma profunda ouvinte e conhecedora das mentes do mundo, mas perde-se dentro do próprio quarto. Ela não liga para as vitrines quentes do verão, está sempre procurando ver o que tem por trás delas. Acredita no amor, acredita nas tardes de inverno, acredita no que é desacreditado. Ela se perde entre os achados e se acha entre perdidos, não importa-se com o que deveria se importar e muitas vezes importa-se com o que não deveria se importar. Ela faz planos e não sente medo de desfaze-los. Ela é uma máquina de inovações, não suporta ter uma só mente para pensar na vida, ela é uma multidão e metade de alguém ao mesmo tempo. Paula pode se sentir sozinha em uma sala lotada de pessoas e pode se sentir acompanhada quando está totalmente só. Ela leva suas histórias entre páginas abertas, vive seus dias como se fossem um presente, respeita como ninguém o acordar e o adormecer. Tem dias que ela quer se matar de viver, outros ela só precisa dormir até nascer mais uma vez. Ela anda pelas ruas, fala com estranhos, ri para todo mundo e dificilmente não se dá bem com as pessoas. Ela ama a vida, infinitamente ela ama existir. Ela ama fotografar, escrever, conhecer pessoas e deixar suas marcas por todo canto. Ela definitivamente não é da teoria de que pode ser o céu e o inferno de qualquer pessoa, ela está sempre preocupada em fazer algo que marque a sua vida, em fazer o bem, por mais que as vezes aconteça de fazer o mal. Ela quer ser alguém que você lembre em uma tarde de domingo. Paula anda por aí, tentando achar graça de tudo sem ter a sindrome de "Poliana". Aqui você poderá saber quase tudo sobre alguém que ama e odeia a vida, porém não vive da mesma forma que os demais universos.


Entre sem bater.

8 comentários:

Stella disse...

Melhor post inaugural. :)
Paulinha, você é uma fofa. Uma menina linda e singular.
Fiquei muito feliz quando li o scrap de que você seguiu a dica e veio pro blog! :D Espero que atualize sempre!
Adoro seus textos, mocinha.
Beijos, querida. :***

Nikinha disse...

Oi, Paula. Acompanho o blog de Stella e a vi indicando seu blog e resolvi passar pra conhecer.

Muito boa essa sua apresentação, vc realmente escreve bem.

Bjs e sucesso.

Michelle Lima disse...

Também vim pela Stella e adorei!

DANIZINHA disse...

A propaganda da stella funcionou. Tbem venho através dela.

Achei seu texto realmente maravilhoso e, me identifiquei bastante com suas palavras.

beijos

Monday disse...

Não, não vou fugir do lugar comum: direto da Stellinha para cá ... e vamos por aqui, já que costuma ter algo depois do começo, não?

Ivan disse...

(Stella publicitária.)

belo começo =D

Thyago disse...

"ela está sempre preocupada em fazer algo que marque a sua vida, em fazer o bem"

Por que que eu não me surpreendo em ler meu pensamento no meio do seu texto? xDD

Decidi ler todos os textos do blog, pena que não posso pedir pra você fazer o mesmo com o meu... ahuahuhauhauh

Marcos Vichi disse...

Olá Paula,

Ótimo texto de apresentação!

Ótima foto!! Foi você quem a fez?

A blogosfera ficou mais rica com os seus escritos.

Beijos,

Marcos Vichi
http://compartilhandopalavras.blogspot.com

Postar um comentário